BoituvaSP
Artigo publicado por Claudinei Soares - 21/06/2013
Os estudantes de Boituva fizeram um ato cívico nesta sexta feira (21);
"O Protesto começou às 17h, os estudantes gritavam palavras de ordem, chamando a atenção dos políticos."
Os estudantes de Boituva fizeram um ato cívico nesta sexta feira (21); - BoituvaSP Os estudantes de Boituva fizeram um ato cívico nesta sexta feira (21); uns com cartazes, outros com os rostos pintados nas cores verde e amarela, mostraram a insatisfação com a política brasileira e a corrupção que se instalou em nosso pais. Reivindicaram melhorias na saúde do município, segurança e etc.. .

O Protesto começou às 17h, os estudantes gritavam palavras de ordem, chamando a atenção dos políticos. Chegando ao Paço Municipal, foi feito um ato de civismo. Às 21h, se dirigiram até a SP 280 (Rodovia Castelo Branco), onde centenas de pessoas interditaram a rodovia!

Num ato de humanidade, civismo e respeito ao próximo, os manifestantes deixavam passar ambulâncias e carros de resgate, quando passavam eles aplaudiam.


A Rede Globo de televisão foi aos gritos de: "fora GLOBO”.


As pessoas cantavam a musica de Geraldo Vandré, "Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores": “Vem, vamos embora que esperar não é saber, quem sabe faz a hora
Não espera acontecer.”

Às 22h. A rodovia Castelo Branco foi liberada.

Às 22h50m, Os jovens se dirigiram para a Praça da Igreja Matriz, infelizmente alguns vândalos começaram chutar as portas do comércio, mas logo foram contidos.

A Manifestação foi pacífica, sem maiores incidentes. O Constituinte Santos Werneck, que participou da Constituição de 1890 teria dito:

“AMÉM JOVENS ESTUDANTES BRASILEIROS

Amém Príncipes e Princesas legítimos herdeiros da Princesa Isabel, a quem a história honra como grande responsável pela primeira abolição deste país.
Amém Príncipes e Princesas que à sombra de bandeiras brancas despertam milhões de Brasileiros, desarmados de esperança, acorrentados ao desgosto e adormecidos em seus anseios, pelos governos mais corruptos que este país já viu.
Amém Príncipes e Princesas que não permitem à alma a indignação do descaso e tampouco a humilhação da inteligência, com regras e leis que se amontoam, restando aos impostores, ladrões e assaltantes a mais completa impunidade.
Amém Príncipes e Princesas que ainda acreditam na verdade em sua essência e não aceitam as verdades mentirosas, impostas por seres desumanos que se consideram donos do poder.
Se no passado tínhamos entre nós um povo escravo, hoje sem dúvida somos todos escravos, somos todos reféns da vontade de déspotas ignorantes e preconceituosos que se Lambusam com o dinheiro de um povo honesto, digno e trabalhador que iludido por falsas promessas outorgaram aos impostores procurações de toda a natureza.
Amém Príncipes e Princesas, que o seu grito que é o grito da nação brasileira seja igualmente honrado pela história como o grito da libertação de um povo vitimado pela corrupção, e o início de novos tempos onde o povo tem e recebe o que merece com Liberdade Igualdade e Fraternidade.”

Claudinei Ferreira Soares

+ imagens

veja também
Boituguia
BoituvaSP
BoituvaSP 2017 - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por BoituvaSP